Quinta, 26 de Maio de 2022
15°

Alguma nebulosidade

São Paulo - SP

Economia Negócios

Empresas do Simples têm até o dia 31 para regularizar as dívidas

Cerca de 1,8 milhão de pequenas e médias empresas e MEISs afetadas pela pandemia podem regularizar pendências com desconto e parcelamento

16/03/2022 às 17h05
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:

Os negócios de pequeno porte e os microempreendedores individuais (MEI) têm até 31 de março de 2022 para regularizarem os débitos com o Simples Nacional -- regime especial de tributação para micro e pequenas empresas. A regularização das dívidas é necessária para continuidade no Simples Nacional. A medida do Governo Federal visa ajudar os negócios afetados pela pandemia da Covid-19.

Duas opções de renegociação de dívidas estão disponíveis: a transação tributária e o programa de regularização do Simples Nacional. Há opções de parcelamento de até 137 vezes e possibilidade de desconto de até 100% sobre juros, multas e encargos ou até 50% do valor total do débito. Ambas as possibilidades estão vinculadas ao pagamento de 1% da dívida como entrada.

Dados da Receita Federal revelam que 1,8 milhão de empresas estão inscritas na dívida ativa da União por débitos do Simples Nacional, das quais 160 mil são MEI. O valor total dos débitos do Simples Nacional inscritos na dívida ativa da União é de R? 137,2 bilhões.

O Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP) alerta que as empresas devem aproveitar a oportunidade para quitar os débitos e evitar dificuldades maiores no futuro. A entidade traz cinco dicas para os contribuintes interessados em negociar as dívidas:

1 - Para consultar os débitos do Simples Nacional que continuam em cobrança na Receita Federal, o contribuinte deve utilizar a opção ‘Consultar Débitos’ no aplicativo PGDAS-D e Defis ou acessar o site da Receita Federal.

2 - Para regularizar as pendências com a Receita Federal ou com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), acesse o link.

3 - Caso precise regularizar pendências cadastrais, o empreendedor deve acessar o portal da Redesim.

4 - O devedor pode pagar à vista, abater parte da dívida com créditos tributários (recursos que a empresa tem direito a receber do Fisco) ou parcelar os débitos em até cinco anos com o pagamento de juros e multa.

5 - Procure sempre um profissional contábil de confiança, que possa dar a melhor consultoria sobre os principais pontos de dúvida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo - SP Atualizado às 05h58 - Fonte: ClimaTempo
15°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 26°

Sex 27°C 14°C
Sáb 28°C 14°C
Dom 29°C 16°C
Seg 25°C 17°C
Ter 23°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes