17°C 27°C
São Paulo, SP
Publicidade

10 Dicas de economia para organizar suas finanças e sair do vermelho

Quem busca dicas de economia, certamente está em uma situação financeira complicada ou possui dívidas que comprometem o orçamento. Afinal, de acordo com uma pesquisa do Serasa de 2023, cerca de 43% dos brasileiros estão em situação inadimplente.

29/11/2023 às 19h24 Atualizada em 29/11/2023 às 20h08
Por: Redação
Compartilhe:
10 Dicas de economia para organizar suas finanças e sair do vermelho. Foto: Canva / Portal NCO
10 Dicas de economia para organizar suas finanças e sair do vermelho. Foto: Canva / Portal NCO

Quem busca dicas de economia, certamente está em uma situação financeira complicada ou possui dívidas que comprometem o orçamento. Afinal, de acordo com uma pesquisa do Serasa de 2023, cerca de 43% dos brasileiros estão em situação inadimplente.

Ou seja, são mais de 71 milhões de pessoas que passam dificuldades para conseguir aliar os gastos com a renda.

Continua após a publicidade

Por isso, preparamos esse conteúdo exclusivo para mostrar que a vida é feita de desconto, mas isso não significa que você deve aproveitar todos. Confira conosco e boa leitura!

Dicas de economia: tudo começa com o planejamento

Primeiramente, é importante considerar que é impossível falar em dicas de economia sem um planejamento detalhado de todas as suas finanças. Em outras palavras, você deve colocar em uma planilha ou mesmo no papel, todas as entradas e saídas em seu orçamento pessoal ou familiar.

Lembre-se que nenhum dado deve ser ignorado nesta etapa. Por exemplo, você deve incluir até mesmo aqueles que fazem parte de benefícios, como vale-transporte, refeição ou alimentação. Feito isto, vamos às dicas!

1 | Identifique as áreas onde é possível reduzir os gastos

Após anotar suas receitas e despesas mensais, é hora de compreender o que pode ser cortado ou ter o valor reduzido. Nesta etapa, pense em contas fixas recorrentes, prestação de serviços ou mesmo o uso do carro para se locomover.

Continua após a publicidade

Pergunte-se se há alternativa aos gastos elencados, como utilizar o transporte público, levar sua própria refeição para o trabalho ou eliminar gastos com supérfluos.

2 | Elimine despesas desnecessárias

Outra ação importante entre as dicas de economia, é a identificação de despesas que você pode cortar ou reduzir. Por exemplo, as assinaturas de TV, serviços de streaming ou compras por impulso. Priorize suas necessidades básicas e entenda que tipo de utilização você realmente faz delas.

Há casos em que pacotes menores ou combos podem ser mais vantajosos.

3 | Dicas de economia: Compre com inteligência

Faça uma lista de compras antes de ir ao mercado e evite comprar itens extras. Compare preços, pesquise por promoções e utilize cupons para economizar em suas compras.

Além disso, considere estocar alguns itens que estiverem com valores promocionais ou são de maior uso dentro de casa.

4 | Pague suas dívidas

Priorize o pagamento de dívidas com taxas de juros mais altas. Foque em liquidar essas dívidas primeiro, seja fazendo pagamentos extras ou negociando condições melhores com seus credores.

Para isso, confira as opções de negociação de órgãos como Serasa, SPC e também avalie a portabilidade de dívidas para instituições com taxas de juros mais atrativas.

5 | Renegocie suas dívidas

Entre em contato com seus credores para negociar melhores condições de pagamento. Muitas vezes, é possível obter descontos ou parcelamentos mais acessíveis, o que pode aliviar o peso das dívidas.

Atualmente, o sistema bancário brasileiro conta com alternativas para simular a transferência de uma dívida, de um banco para outro. Confira se há vantagens nesta modalidade, caso utilize mais de uma instituição financeira.

6 | Estabeleça metas de curto e longo prazo

Defina objetivos financeiros claros, como economizar uma determinada quantia por mês ou pagar todas as suas dívidas em um período específico. Isso dará direção e motivação para suas ações.

Por exemplo, se você pensa em viajar com a família ou comprar um carro, defina o prazo máximo para conseguir juntar o dinheiro necessário.

7 | Crie um fundo de emergência

Reserve uma porcentagem de sua renda mensal para criar uma reserva de emergência. Isso o ajudará a cobrir despesas inesperadas, evitando que você caia em mais dívidas.

O ideal é ter como fundo emergencial, pelo menos, 6 meses dos seus ganhos.

Dessa forma, você terá maior tranquilidade em uma situação de demissão ou instabilidade financeira.

8 | Evite cartões de crédito

Utilize os cartões de crédito com cautela e evite acumular dívidas. Se não conseguir pagar o valor total da fatura, procure pagar o máximo possível para evitar juros altos.

Além disso, atente-se que as taxas do rotativo estão entre os juros mais elevados do país. Por isso, avalie sempre se vale a pena mantê-lo como pendência financeira.

9 | Avalie suas despesas fixas

Reveja seus contratos de serviços, como internet, telefone e seguros. Procure por opções mais baratas ou negocie melhores condições com seus provedores.

Há sites na internet que oferecem comparativos de planos para prestadores de serviços. Além disso, quando você é cliente há muito tempo de uma empresa, elas costumam oferecer descontos promocionais de fidelidade. Negocie!

10 | Dicas de economia: busque formas de aumentar sua renda

Por fim, considere opções para ganhar dinheiro extra, como fazer trabalhos freelancer, vender itens que não utiliza mais ou desenvolver habilidades que possam gerar renda adicional.

Por exemplo, faça um bazar com itens que estão guardados em casa, ou ainda crie cursos em plataformas online ou veja opções de ganhos adicionais com trabalho remoto.

Conclusão

Lembre-se de que a disciplina e o comprometimento são fundamentais ao implementar essas dicas de economia. Conforme você adquire hábitos financeiros saudáveis, poderá economizar dinheiro e se afastar das dívidas gradualmente.

Também é importante lembrar que não basta apenas economizar, já que o ideal é conseguir guardar uma parcela dos seus ganhos para ter maior segurança financeira no futuro. Ou seja, pensar a longo prazo irá dar um norte mais assertivo para o seu bolso e para a sua vida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
17°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 27°

17° Sensação
4.63km/h Vento
93% Umidade
89% (0.94mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
05h30 Pôr do sol
Ter 25° 16°
Qua 30° 17°
Qui 29° 19°
Sex 29° 21°
Sáb 21° 15°
Atualizado às 20h09
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,10 +0,01%
Euro
R$ 5,54 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,77%
Bitcoin
R$ 385,519,53 +2,88%
Ibovespa
127,750,92 pts -0.31%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade