Quinta, 26 de Maio de 2022
15°

Alguma nebulosidade

São Paulo - SP

Geral FGV

FGV aponta confiança dos consumidores avança 3,8 pontos em abril

O maior registrado desde agosto de 2021

25/04/2022 às 16h41
Por: Redação
Compartilhe:
FGV aponta confiança dos consumidores avança 3,8 pontos em abril | Pixabay
FGV aponta confiança dos consumidores avança 3,8 pontos em abril | Pixabay

A Confiança do Consumidor (ICC) avançou o índice 3,8 pontos em abril, para 78,6 pontos, o maior nível desde agosto de 2021 (81,8 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice variou 1,5 ponto, para 77,1 pontos.

Divulgados nesta segunda-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV).

De acordo com a coordenadora das Sondagens, Viviane Seda Bittencourt, a melhoria dos resultados sendo eles positivos este mês, podem estar relacionados ao fim do surto da variante Ômicron e ao anúncio de um pacote de medidas para aliviar a pressão da inflação e dos juros sobre as finanças familiares de acordo com liberação de saques do FGTS, antecipação do décimo terceiro salário de aposentados e facilitação de acesso aos créditos.

Cerca de 42 milhões de trabalhadores receberão o dinheiro automaticamente, e não é necessário estar se locomovendo à agência da Caixa econômica gastando com passagem de ônibus, basta entrar no aplicativo oficial do FGTS, disponível para smartphones e tablets, e inserir todos os dados pedidos.

“Houve diminuição do pessimismo com relação ao mercado de trabalho, mas a alta da inflação e os juros elevados ainda preocupam as famílias, que continuam cautelosas com relação à realização de compras de alto valor”, disse, em nota, a pesquisadora.

Além disso, em abril, a alta do ICC foi bem influenciada tanto pela melhoria das avaliações sobre a situação atual quanto das perspectivas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA) subiu 3,8 pontos, para 69,1 pontos e o Índice de Expectativas (IE) avançou 3,6 pontos, para 86,1 pontos, ambos alcançando os melhores resultados desde agosto de 2021 (69,8 e 90,9 pontos, respectivamente).

As avaliações de acordo o Ibre/FGV, destacou a melhora das avaliações dos consumidores em relação à circunstância financeira das famílias, cujo indicador subiu 5,5 pontos, para 62,4 pontos, o maior nível de aumento desde outubro de 2021 (63,8 pontos).

Houve grande melhora também da percepção do estado geral da economia. O indicador aumentou dois pontos, para 76,4 pontos. Por isso aproveita já para fazer um jogo da Mega-Sena é bem simples de se fazer, é só marcar de 6 a 15 números marcados no volante, sempre dentro do prazo para apostar na loteria, que segue até às 19h.

Contudo os quesitos que compõem o ICC, o indicador que mede a perspectiva sobre cada situação econômica nos próximos meses foi o que influenciou a alta da confiança no mês ao variar 8,3 pontos, para 101,6 pontos. Entretanto, no terceiro mês houve grande melhora das expectativas para as finanças familiares, com alta de 1,2 ponto no indicador, para 90,9 pontos.

A pesquisa feita alega que apesar do resultado positivo das perspectivas sobre economia e finanças familiares, a intenção de compras de bens duráveis segue super fraca e com tendência indefinida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo - SP Atualizado às 04h17 - Fonte: ClimaTempo
15°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 26°

Sex 27°C 14°C
Sáb 28°C 14°C
Dom 29°C 16°C
Seg 25°C 17°C
Ter 23°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes